sexta-feira, setembro 15, 2017

Existência (14/09/2017)

Tropeço. Não reparo numa vírgula e caio. Estatelo-me no chão. E é tudo o que eu vejo por minutos. É algo que nunca esquecerei. Sentir o chão. Sentir a dor. Finalmente sinto que existo!

Sem comentários:

Enviar um comentário